Venho caminhando por esta estrada,
o rosto virado pro mesmo lado
buscando alguma beleza na vista,
buscando e vivendo sem resultado.

Cansada da paisagem desgastada,
me viro e, surpresa, outro mundo encaro:
distinta alegria, só eu não via
que estava vivendo só de passado.

As flores sempre estiveram ali,
o Sol só brilha do lado de lá,
toda a luz afugenta a solidão.

Tanta vida que eu nunca percebi,
para o outro lado esqueci-me de olhar,
virada apenas para a escuridão.

[03/09/2009]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três