Saudades da calmaria que somente aqueles braços podem me dar. Não tarda, eles vêm, tirar-me deste hospício por segundos divinos. Não demora, eles se vão, e eu volto à minha rotina salgada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três