Bloqueada

   Estou tentando pensar. Aliás, eu estou perseguindo, caçando pensamentos. Eu quero escrever. Sobre qualquer coisa. Qualquer coisa. Palavras me faltam.
   Como se eu pensasse num idioma que me é desconhecido.
   Meu guarda-roupa aberto, procurei por antigos cadernos. Me enfiei debaixo do chuveiro.
   Ando muito distraída com a Terra. A realidade está ocupando mais espaço do que deveria dentro de mim. Meu espaço imaginário está abandonado. Meus vultos devem estar de férias também.
   Tenho me preocupado também com os sonhos dos outros. Não tenho sonhado, apenas avaliado sonhos alheios.
   Ah, que monotonia.
   Eu passo o dia no computador em busca de companhia, mas, de alguma forma, não parece ser o bastante. Eu quero me enterrar dentro de mim, nos meus sonhos, na minha intimidade particular, onde ninguém nunca chegará… Mas, eu simplesmente não consigo. Tem alguma coisa me prendendo neste planeta. Correntes. Ah, como eu odeio existir sem conseguir pensar ! Odeio quando o silêncio me preenche interiormente. Odeio.
   Me sinto amordaçada. Anestesiada. Não sei definir. Simplesmente, não consigo pensar.

Comentários

  1. e horrivel nao conseguir sonhar ,e viver so na realidade Jh

    ResponderExcluir
  2. Você conseguiu fazer inspiração a partir de... não ter inspiração??Meus parabéns.
    O que o Jorge disse tá certo, mas não é só horrível, é pior.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três