Você não verá uma única lágrima

Estou quebrada em pedaços incontáveis
Tão só e triste, com preguiça de viver
Aparecem monótonas verdades incontestáveis
É desse jeito que é, e assim sempre vai ser

Na idade mais bela
Me sinto um drama de novela
Sou a ovelha negra do mundo
Desejo poder apagar tudo

Eu finalmente estava vivendo
Quando pensei estar amando
Mas já estou quase te esquecendo
Já estou quase te odiando

Eu nunca caí tão fundo em tão pouco tempo
Mas eu vou superar tudo, vou deixar doer até o fim
Eu acreditei em ti, eu fui tua e me arrependo
Em quantas você pensava quando dizia gostar de mim ?

Tanta raiva e tanta mágoa
Em meu peito de repente
Achei que você valia a pena
Achei que você fosse diferente

Não deixarei uma única lágrima cair
Você não vai me ver chorar
Eu não pretendo mais dormir
Nunca mais eu vou sonhar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três