Terra

   Amor ? Amor não.
   Terra.
   Fria. Úmida. Terra !
   Quente. Seca. Terra !
   Andas sobre ela, logo estarás envolvido em seus fortes e numerosos braços.
   Moradia dos vermes; seguem revolvendo-a.
   Agitação. Correndo fugazes, cortando a ela e aos restos mundanos, os traços, as memórias que aqui ficaram.
   Terra !
   Solene, certeza de constância. O que seria de nós, se não houvesse terra ?  Não teríamos onde ficar, não teríamos pra onde ir. Não teríamos nenhuma noção sobre os primórdios.
   Pó. Poeira. Terra, terra.
   Terra salgada, banhada de lágrimas. Desgastada, pisada. Esquecida. Ignorada.
   Determinada a abranger o planeta com suas frívolas e levianas criaturas.
   Remexendo-a verás teu passado; revolvendo-a encontrarás teu futuro.

Comentários

  1. Ao Nick, defensor da terra. Que me trouxe inspiração sem precisar de nada cortante.. ^^

    ResponderExcluir
  2. Que post maravilhoso!
    Que tema tão inexplorado!
    Que idéia genial!
    And thanks!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três