Gosto errôneo

Querido, você não sabe,
amar é tão perigoso…
É tão árduo até
apenas querer tentar.

Querido, você não sabe,
seu olhar caliginoso
me arrasta como maré,
ondas que voltam ao mar.

Querido, você não sabe,
seu jeito capcioso,
de quem vem de bleforé,
atenta-me a desejar-te.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três