Não sei mais como me sinto, de repente. E chocolate já não tem gosto de nada.
   Um fim poderia vir, mesmo que o começo nem tenha sido moldado ? Eu pensei que nós estávamos tão a frente… E de repente, de repente… Nada.
   Será que nós dois continuamos sendo apenas um ? Eu te sinto, assim, tão distante de mim. Muito mais distante do que você já está fisicamente. Muito mais…
   Eu sentirei sua falta, caso eu tenha forças para partir. Contudo… Não sei, honestamente, se é você, ou o perigo, que me faz ficar. Eu sei que não quero mais, e apenas isto. E sei que não posso mais – nunca pude, aliás.
   A perspectiva, o medo, de te encontrar, me faz desejar poder não levantar da cama, simplesmente. E eu podia jurar que daria a vida pra te ver…
   Estranho.

[23/03/2010]

Comentários

  1. Quando chegamos ao ponto de dar nossa vida é porque tem algo ali realmente significativo, e esse algo provavelmente vai estar entranhado em nós por... tempo indefinido... ou talvez tempo demais.

    ResponderExcluir
  2. ...E chocolate já não tem gosto de nada...será que é a Nicole mesmo que está dizendo isso?Hahahahahahaha!!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três