Odeio..

Eu odeio o jeito que você acha que eu te amo.
Eu odeio o jeito que você segura a sua guitarra... Tão seguro ! Só porquê você faz isso há 16 anos ? Só porquê há 16 anos, eu nem tinha nascido ?
Eu odeio o jeito que você me ama.
Eu odeio o jeito que você acha que eu preciso de você.
Eu odeio o jeito que você me faz ficar, toda vez que eu tento por um fim.
Eu odeio quando você sente ciúmes ao me ver falar com algum garoto.
Eu odeio quando você não é homem o bastante para assumir seus erros.
Eu odeio o jeito que você disfarça o seu ego enorme.
Eu odeio o jeito que você mente. Você esfrega na minha cara que me acha uma total idiota.
Eu odeio quando você não consegue me fazer acreditar em você.
Eu odeio o jeito que você tenta brigar comigo.
Eu odeio o jeito que você faz com que eu me sinta.. Como se eu fosse culpada por ficar magoada.
Eu odeio como você consegue me machucar.
Eu odeio sentir sua falta.
Eu odeio não ter notícias suas.
Eu odeio o jeito que você existe.
Eu odeio o jeito que você brinca com as minhas mãos.
Eu odeio as palavras de amor que você fingia.
Eu odeio todas as garotas com as quais você me traía.
Eu odeio o que você significa para mim.
Eu odeio o jeito que você prova que eu estou errada.
Eu odeio o jeito que você me trata.
Eu odeio o jeito que você me abraça.
Eu odeio o jeito que você me enrola.
Eu odeio o jeito como você domina meus pensamentos.
Eu odeio o jeito como você sempre me põe a seu controle.
Eu odeio o seu cheiro.
Eu odeio o seu sorriso.
Eu odeio seus poemas.
Eu odeio sua voz.
Eu odeio seus cabelos.
Eu odeio suas sobrancelhas.
Eu odeio suas mãos.
Eu odeio seu idioma.
Eu odeio o ano em que você nasceu.
Eu odeio seu país.
Eu odeio seu trabalho.
Eu odeio seus sonhos.
Eu odeio meus sonhos, pois você está neles.
Eu odeio todas as pessoas que você finge ser.
Eu odeio suas amigas.
Eu odeio seu primeiro nome.
Eu odeio seu segundo nome.
Eu odeio seu sobrenome.
Eu odeio a forma como nós nos conhecemos.
Eu odeio a noite em que nós nos conhecemos.
Eu odeio saber que você nunca foi meu.
Eu odeio o fato de eu não conseguir te esquecer.
Eu odeio saber que tudo isso são apenas lembranças.
Eu odeio a possibilidade de ter sido tudo apenas uma ilusão.
Eu odeio escrever para você.
Eu odeio saber que você jamais irá ler.
Eu odeio saber que, na verdade, eu não consigo odiar você.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três