Letter

Eu só consigo escrever sobre você… Eu só consigo pensar em você. Às vezes, durante meu dia, alguma lembrança mais forte me toca, eu estremeço. Lágrimas em meus olhos. Eu disfarço, olho pra baixo, ninguém percebe o que acontece. Não são todos que vêem por trás de um sorriso. Há pedaços de você em cada coisa que eu faço, cada palavra que eu digo, em tudo o que eu penso, em qualquer lugar que eu vá, você está lá, dentro de mim. Minha rotina me faz lembrar você. A quebra dela também. Não há saída; eu quero te odiar, eu quero te esquecer, mas, honestamente, eu não sei o que fazer. Eu não quero mais escrever pra você. Eu não quero mais pensar em você. Eu não consigo parar, e a única pessoa que consigo odiar por isso sou eu.
Por favor, me deixe em paz, vá embora dos meus sonhos, eu não quero mais chorar ao ouvir as músicas que eu gosto e que sempre me fizeram/fazem pensar em você. Eu não preciso de você, e eu sei que posso viver sem você, pois é isso que tenho feito, e só agora eu fui perceber. Eu só te peço, por favor, vá embora, vá embora para sempre, não volte nunca mais. Suas lembranças só me fazem mal.
“Foda-se” – eu adoraria te dizer um “VSF” bem grande. E soltar tanta coisa presa em minha garganta. Deus sabe como eu odeio ser a idiota da história. Deus sabe que eu sempre sou a idiota da história. Eu procuro não pensar nisso, em palavras pra te dizer, pois eu jamais as direi, fato. Eu nunca mais quero falar contigo, embora a última coisa que eu tenha dito seja um “eu te amo”.
Eu não sei o que fazer, eu só queria viver normalmente minha vida, sem ter que disfarçar um sorriso a cada pormenor que me faz lembrar de você. Se não houver mais opções, se eu tiver que conviver com lembranças tuas me assombrando, por favor, eu só quero ser mais forte que isso. Se eu superar a sua perda, eu ficarei bem. Pra falar a verdade, eu não preciso te esquecer, ou te odiar. Pra falar a verdade, eu sei que eu não conseguiria te esquecer, de qualquer forma, eu nunca consigo esquecer alguém. Eu só quero ser mais forte do que a dor de não te ter. Do que a saudade que eu sinto de você. Eu só quero viver minha vida e te encarar como uma página virada, que é como eu encaro tudo o que já se passou na minha vida, e que eu sei que não voltará.
Então, vá. Eu sei, eu sei, não é uma escolha sua. Eu te despejaria do meu coração se eu pudesse. Eu sei que eu não posso te culpar por ainda gostar de você... NÃO ! É sua culpa SIM ! Você me fez gostar de ti, você me provou que nunca mereceu isso ! Você permitiu com que eu me apaixonasse por você ! Você me enganou o tempo todo ! Mentiroso, falso, fingidor, por que eu ? Porra, por que eu ?? Ridículo, partidor de corações, egoísta, idiota.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três