Aí passam-se duas horas, passa-se uma noite. E eu sei que o amo.
São tantas dores, porém, que ainda estão a latejar... Eu sei que se não o amasse, teria ido embora. Aliás, nunca teria deixado que nos aproximássemos de maneira que eu precisasse ir embora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três