Obrigada por esta felicidade. Por todas as vezes que me disse "boa noite". Por todas as suas palavras, absolutamente, todas as suas palavras.
   Lembrar você deixa... Tudo bem. Estranho, perigoso. E logo passa. Lembrar você te faz estar aqui. Lembrar você é adormecer, lembrar você é acordar. É escrever essas porcarias clichês e apagar, com vergonha e medo de mim - e então me sentir culpada pelo meu silêncio de aparência ingrata e deixá-lo rir-se com minhas tolices. Lembrar você é abraçar-me a um post it azul colado em minha carteira. Lembrar você é ouvir qualquer música brega e ruim e sorrir. Lembrar você é saltar assim e ficar muda - porquanto vivo agora os sonhos que sonhei escrevendo.

Comentários

  1. Lembrar você é a única coisa que agora eu sei fazer; é a única coisa porque é isso que me mantém vivo. Lembrar você é meu combustível, é o que me impulsiona a acordar, estudar, escrever, rimar e sonhar - com você.
    Se um dia eu derramar uma lágrima, ela será da contundente alegria que eu sinto em olhar nos seus olhos e dizer: eu amo você.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três