Canção do amor que se desfaz

Ai de ti, querida, se tua formosa alegria
Um dia me desaparecer
Ai de ti, menina, se teu jeito swingado
Da cor do pecado, não for só meu

Por que fazes de mim, teu cativado
Um príncipe impotente, desencantado,
Por que fazes de mim, teu condenado
Um insano perdido, desabrigado?

Ai de ti, meu bem, que não te completas
Em canto algum, que não aqui
Ai de mim, meu anjo, nessas horas repletas
De um canto saudoso dos carinhos de ti

Por que vais quando me dizes que ficas
Por acaso te contentas de minhas queixas
Por que me descuras à deriva - por que tuas partidas
Se dizes que amargas, por que tu me deixas ?

Que dizer do amor que se desfaz?
Que dizer do amor que não quis?
E a vida que o amor não nos trás?
Como é difícil, sem o amor, ser feliz!

(Ernani H. Marques Jr. e Nicole Nicolela – Dez/2012)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três