I

Meu amor, você e eu
Somos uma poesia
E todos os nossos versos
Só possuem rimas ricas.

Meu amor, aos quinze anos
Sonhei que te conhecia
Mas, só, seguia contando
Dos poemas os seus metros.

Meu amor me devolveu
A graça das redondilhas
Essas, que eu já nem sabia
Se ainda as teria perto,
E aquelas todas que, um dia,
Já cantavam como certo
Esse todo meu amor,
O amor que eu já o prometia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três