Acho que encontrei, enfim, a lesão não tratada, resto dessa história toda. A pergunta íntima, sufocada, escondida... Um eco infinito jamais escutado, como que por fado, nunca respondida. Então, se eu pudesse te fazer, secretamente, um único pedido, seria que com ela dormisse, que a respondesse. Minha maior angústia aqui se encontra: por quê ?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ano Três